As cinco profissões mais promissoras da área de tecnologia

Apesar do cenário de recrutamento no Brasil não ser dos melhores – apenas 29% das empresas esperam aumentar o quadro de funcionários em 2013 e algumas anunciaram demissões na casa dos milhares – certas áreas continuarão a ter demandas por novos profissionais.

A revista Exame consultou 11 especialistas para descobrir quais serão as profissões mais promissoras em 2013. Entre as 30 ocupações citadas, cinco são do setor de tecnologia. Saiba quais são elas.

CTO (Chief Technical Officer – Diretor de tecnologia)

O surgimento de novas empresas na área da internet faz crescer a demanda pelos diretores de tecnologia. Além de boa formação técnica e domínio do inglês, o profissional precisa ter perfil empreendedor. O salário é de R$ 20 mil a R$ 22 mil.

“Há poucas pessoas que entendem dessas novas tecnologias que estão surgindo, então esses profissionais estão valendo ouro”, diz Paulo Mendes, sócio da 2GET à Exame. “ Os profissionais precisam saber trabalhar em um ambiente que está em transformação, com novas tecnologias surgindo”, completa.

Analista de SEO (Search Engine Optimization – Otimização de Mecanismos de Pesquisa)

Atualmente um site que quer se destacar no Google, Bing ou outros buscadores disponíveis, precisa ser elaborado, e alimentado, com base nos fundamentos do SEO. Não há uma formação específica para a área. Os profissionais de SEO normalmente surgem dos setores de TI e conteúdo. O essencial é estar sempre atualizado com as regras do buscadores. O salário varia de acordo com o projeto.

“Os especialistas em SEO sabem qual é a melhor maneira de explorar estes recursos e o que fazer para não ser punido pelos robôs do Google”, afirma Leandro Kenski, CEO da Media Factory.

Especialista na área de Mobile Marketing (marketing de mobilidade)

O setor de mobile marketing ainda engatinha no Brasil, mas tem tudo para viver um período de expansão no próximo ano graças à popularização dos smartphones e outros dispositivos móveis. No entanto, Leandro Kenski, CEO da Media Factory, lembra que o profissional tem que entender como funciona o mercado e quais são os principais publishers.

Profissional da área de links patrocinados

Com relação ao mesmo período do ano passado, o investimento em links patrocinados cresceu cerca de 30%, segundo estudo da Covario. O profissional desta área deve ter um perfil mais analítico e estratégico, e um bom relacionamento com o cliente. É importante também que ele seja ágil, já que é possível monitorar os resultados de uma campanha praticamente em tempo real. O salário varia de acordo com o projeto.

Analista de mídias sociais

As empresas perceberam que ter boas estratégias no meio digital, principalmente no que diz respeito à presença nas mídias sociais são fundamentais para o sucesso das empresas.
Normalmente, o profissional responsável pelas redes sociais tem formação em marketing, relações públicas, jornalismo e áreas afins. É essencial ter inglês fluente, liderança em projetos e em plataformas de análise, como Google Analytics. O salário varia de R$ 8 mil a R$ 15 mil.

Para conhecer as demais profissões que estarão em destaque em 2013, clique aqui.

Fonte: Olhar Digital

Print Friendly
Posted in: